10 dicas para colocar as ideias em pratica

 

Já se passaram 141 dias desse 2018, o que significa 38,63% concluído. Você já planejou como irá executar seus projetos? Quais as suas metas para o segundo semestre? Já fez uma breve retrospectiva do que aconteceu de 01 de janeiro pra cá? Tá indo tudo como você esperava?

 

O tempo corre, as oportunidades passam e muitas vezes perdemos por simplesmente não termos nos organizado devidamente em relação ao que queremos fazer, que sonhos desejamos realizar, que projetos escrever, executar, onde chegar.

 

É primordial que tenhamos sempre a nossa frente um mapa de conquistas, que simplesmente vai te lembrar todos os dias o que você almeja. Eu, por exemplo, tenho (e estou olhando pra ele exatamente neste momento em que escrevo) quatro post-its grudados em frente a mesa de trabalho, em cada um tem o nome de um projeto que irei executar este ano, três deles de fato quero realizar esse ano, na verdade dois deles até já aconteceram, o Cine Verão e o Burburinho Festival de Artes. O terceiro é um projeto que está em fase de captação, já o quarto e último post-it é um projeto que dei o ponta pé inicial, está em fase de elaboração e captação paralelamente, porém ele é para ser executado em 2019. Sim! 2019! E para isso já comecei a trabalhar, pois aprendi que planejar é nos adiantarmos ao máximo no tempo.

 

Eu sou dessas que a cada primeiro dia do ano escrevo em um caderno novo minhas metas, e esse mesmo caderno uso ao longo do ano para tudo, como organizar as contas, anotar recados, fichamentos de leituras, dicas, tudo. O bom disso é que sempre que abro lá está aquela listinha básica de dez coisas que eu preciso alcançar. A melhor sensação é quando chega o final do ano e pelo menos 50% daquilo está grifado, é uma sensação inigualável, a pessoa se sente tão plena e realizada que começa o ano seguinte na instiga. Claro que tem coisas que eu coloco como prioridades, então o foco é nelas, o que vier a mais é lucro. 

 

Aprendi que saber exatamente o que eu quero fazer já é meio caminho andando. A partir disso é planejar etapas de execução e fazer o que for preciso para ir até o final, pois a pior coisa é sair deixando tudo pela metade, e olhe que também sou especialista nisso, mas no âmbito profissional a coisa já não é mais tão ruim assim. Com a pratica fui percebendo que nem tudo é tão difícil como parece, que basta saber lhe dar com as adversidades, que muitas vezes está em nós mesmos, como a ansiedade, a procrastinação e o pessimismo, coisa que tento sempre abolir da minha vida. 

 

Certo, mas vamos parar com esse blá blá blá e focar em dicas práticas? Vamos nessa! 

 

1.  Faça seu mapa de conquistas; dei exemplos dos meus  post-its em frente a mesa de trabalho com os quatro projetos que realizarei em 2018/2019.

 

2. Elabore um cronograma com as etapas necessárias para realizar cada projeto/sonho/ação; no cronograma coloque datas exatas, deadlines (prazos).

 

3. A cada dia trabalhe um pouco em cada conquista que você deseja alcançar; não deixe para começar a agir em prol de cada projeto quando terminar um primeiro e assim por diante. Concilie apenas o que você precisa fazer por ordens de prioridades, mas não é preciso terminar um para começar o outro, pois o tempo passa e rápido.

 

4. Converse com pessoas que entendam sobre a sua área de atuação. Ex.: Você tem a ideia de realizar um festival de música, diante disso procure pessoas que já produzam esse tipo de evento, tire dúvidas, chegue na humildade pedindo dicas e informações, muitas vezes nos deparamos com pessoas generosas que estão dispostas a compartilhar de suas experiências.

 

5. Gaste tempo indo a eventos, ações culturais e atividades formativas (palestras, oficinas, workshops). A melhor coisa que a pratica de frequentar esses espaços nos traz é a possibilidade de network, além do aprendizado, é claro. Quando estiver em um evento preste atenção aos detalhes, na estrutura, nas soluções encontradas, na atuação da equipe... preste atenção, sobretudo, nas coisas que você não quer repetir nos seus projetos e ações. 

 

6. Crie uma pasta de referências, que pode ser digital, em seu computador, celular, tablet, ou até mesmo uma pasta física. Na pasta você vai guardando tudo que achar bacana e tenha interesse em aplicar aos seus projetos. Por exemplo: modelos de material gráfico, estilo de fontes, paleta de cores, cenografia, imagens de objetos que você curtiu em outros eventos, ideias de sustentabilidade e acessibilidade, etc.

 

7. Faça um mapeamento dos editais que pode contemplar suas ideias. Organize um calendário dos prazos de encerramento das inscrições e fique de olho diariamente. Tente fazer tudo com o máximo de antecedência possível. Além de mapear os editais, você também deve mapear outras possibilidades de apoios e fontes de recursos. Ex.: A ideia é realizar um documentário. Nesse caso você mapeia os editais de audiovisual e paralelamente outras maneiras de adquirir recursos, que pode ser em dinheiro ou por meio de permutas. Um serviço de catering, canais de imprensa, lojas que forneçam produtos que será necessário nas filmagens, ou até mesmo pensar se vale a pena uma campanha de financiamento coletivo.

 

8. Saiba agregar pessoas. É de suma importância que se consiga parceiros para realizar o que quer que seja, pois quase nada se faz sozinho. Para atrair pessoas que de fato possam contribuir com a realização de seus sonhos e ideias é importante fazer com que elas também almejem aquilo, que vistam a camisa e passem a pertencer de maneira orgânica da sua equipe, tendo direito a voz e liberdade na construção. A parte mais difícil é o gerenciamento de equipe, porém é a mais importante e satisfatória, pois ao final do processo se adquire novos amigos e companheiros leais.

 

9. Sempre vão existir pessoas dizendo que você é louco, que suas ideias nunca serão possíveis de acontecer, que é difícil, blá blá blá. A dica que eu dou é, se relacione cada vez menos com pessoas pessimistas e que te desencorajam. 

 

10. A última dica e não menos importante é, cuide da sua saúde, física e mental, sim, sem a plenitude nesse quesito tudo começa a ficar mais complicado. Tente equilibrar os fatores importantes de seu cotidiano distribuindo seu tempo de forma coerente. Não esqueça da família, dos amigos, de seu lazer, estudos, relacionamento, diversão, hobbies. São muitas questões, é verdade, mas não acredito que a felicidade se der apenas com as conquistas profissionais. 

 

Por hora é isso. Espero que possam fazer bom uso dessas dicas, que lhes sejam úteis e eficazes. É com muito carinho e generosidade que as compartilho.

 

Simbora botar a mão na massa! #produçãomodeon

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe
Compartilhe
Compartilhe
Please reload

Leitura obrigatória!

10 dicas para colocar as ideias em pratica

21.05.2018

1/2
Please reload

Novas
Please reload

Encontre por #
Please reload

Natal . RN . Brasil

© 2019 por Pinote Mídia & Produção Cultural